Pesquisar este blog

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Jiu-Jítsu e Judô


Gostei muito da matéria publicada na revista Tatame desse mês, sobre o judô e jiu-jítsu, e resolvi escrever a minha opinião.
Segundo a revista Tatame, o judô veio de vários estilos do jiu-jítsu japonês. No começo, Gigoro Kano dava aulas de Kano Jiu-Jítsu e depois mudou para judô. O jiu-jítsu brasileiro veio do jiu-jítsu de Kano, seu discípulo, Conde Koma, que ensinou a arte ao meu bisavô, Carlos Gracie.

Na verdade, até pouco tempo atrás, eu tinha um pouco de preconceito com o judô, por não conhecer a fundo. Como não tem muito chão, achava chato de assistir.
Isso mudou há um tempo, quando comecei a praticar judô.
Comecei a treinar faltando três meses para o mundial 2008. No meu primeiro treino já percebi a diferença de pegada e de gás das judocas, pq o treino é mais intenso e a maioria dos seus praticantes são competidores.
O treino é mais intenso e um segundo pode significar um Ippon (que é quando a luta acaba). Comecei treinando no flamengo, Instituto Reação, e no Castelo Branco. No judô não é como no jiu-jítsu, que você só pode treinar em uma academia.
Fui me testar no mundial de 2008, como todas esperavam que eu fosse fazer guarda, eu surpreendi trocando em pé. Deu certo, dei queda em 4 das 8 lutas que fiz. A partir de então, resolvi que iria acrescentar o judô na minha rotina de treinos.
Foi o que fiz. Desde então comecei a treinar frequentemente. Na verdade queria ter mais tempo e ter começado antes, mas nunca é tarde. Esse ano ganhei a faixa verde e espero chegar na preta um dia.
Nesse tempo, passei a acompanhar mais de perto as competições e treinos de judô e comecei a comparar com os de jiu-jítsu. Percebi que nós temos muito o que aprender com eles e vice-versa.

Vi lutas de grandes atletas do judô serem perdidas no chão, por não saberem o básico do jiu-jitsu, como, por exemplo, uma saída da montada. E no JJ, grandes atletas perderem títulos importantes por não saberem o básico do judô, como andar no tatame.
No judô, a luta dura 5 minutos e é mais em pé, podendo ser aplicadas todas as quedas, exceto segurando as pernas do oponente. No chão são poucos segundos, mas que se for preciso e você conseguir encaixar uma finalização ou imobilização, você ganha a luta por Ippon. As finalizações do judô são a chave de braço e o estrangulamento. E a luta tb pode ser decidida por imobilização : 100 kg, montada...
No jiu-jítsu, a luta dura 10 minutos, em pé e no chão, sendo que nos preferimos a luta no chão. Podemos aplicar todas as quedas do judô, mais as quedas de wrestling, como single-leg, baiana e kataguruma. No chão temos uma infinidade de rapagens e finalizações. No jiu-jítsu a imobilização é feita apenas por alguns segundos para a contagem de pontos. Depois de no máximo 10 segundos, você é obrigado a tentar ir para uma posição nova. A luta é decidida por finalização.
Jiu-jítsu aliado ao judô e vice-versa pode ser o diferencial de um atleta de alto nível.
Queria saber o q vocês acham. Vou estar aqui comentando com vocês.
Até a próxima. OOOSSS
 
 
Segue um link de uma aula que dei na academia do meu tio Renzo em Nova York
 
http://www.youtube.com/watch?v=fXaOWDs8Hbw

Confira minha loja virtual 

41 comentários:

  1. Aii que legal o seu post falando sobre judô porque eu também achava chato(assistindo) mas quando comecei a praticar a alguns anos atrás ví que além de não ser pra qualquer um é muito BOM! Sobre jiu-jítsu não posso falar porque nunca pratiquei, mas com a sua especificação deu pra ter uma boooooa idéia das diferenças! AMEI!
    Um abração Deus abençoe
    LeLy Alves

    ResponderExcluir
  2. Li, e concordo plenamente com tudo,
    comecei praticando judô, e amava as trocações em pé, e cada queda que eu dava, mas quando não dava ippon tinha que ir para o chão onde eu era péssima. Foi ai que entrei no Jiu-jítsu, e vi que um complementava o outro. Hoje não vivo mais sem o jj, pena que parei com as aulas de judô, ja estava na amarela. Espero voltar logo.
    Amei o que você escreveu.
    beijos Kyra e Bons treinos! Oss

    Juliana Caroline

    ResponderExcluir
  3. Acho que a luta de jj em pé principalmente para os mais leves, é muito diferente. Sou mais a favor de um treino de jj voltado para a luta em pé.

    ResponderExcluir
  4. Eu acho engraçado que as vezes o que vc posta aqui é exatamente o que eu queria saber se conversasse com vc!
    Então... eu treino jiu faz 2 anos e no final do ano passado eu comecei a treinar judô com uma menina que é faixa marrom de judô, que começou a treinar jiu jitsu, até então uma ajuda a outra. =D
    Adoro seus posts, beeijo
    Ossssss

    ResponderExcluir
  5. Achei muito interessante este post. Eu comecei fazendo judô e parei na faixa verde. Comigo foi o contrário... eu tinha o preconceito com o jiu jitsu (rsrs). Até que o destino chamado Marido (rsrs) mudou todos meus conceitos me levando ao meu primeiro treino de jiu. Sinto que os dois juntos são a dupla perfeita. Não sei como são seus treinos, mas vejo que os mestres (os que conheço) pouco enfatizam os treinos em pé (Nague-Ai), ou mesmo o início dos rolas em pé. Fico triste por isso. Espero que vc consiga através do seu trabalho demonstrar essa importância e o respeito que tem pelo Judô. Parabéns pela maneira que age e pensa. Por ser uma pessoa importante na formação de outras, suas ações são ainda de mais responsabilidade... continue assim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossa pabrabens pelo post, kyra. Sempre quis fazer judo, depois desse pos, ja me decidi, agora só arrumar um folguinha no jj.
    bjo

    ResponderExcluir
  7. Oi, adorei o post concordo com voce, moro aqui no Japao e adoro ver os campeonatos de Judo de perto.
    A disciplina e adimiravel, e a dedicacao mais ainda. Treinei um tempo judo junto com jiu jitsu mas ficava dolorida a semana toda....rsrsrs e acabei desistindo. Hoje treino so jiu jitsu que faz parte da minha vida. Acho fundamental atletas competidores aprenderem o Judo, nao so pela tecnica mas pela disciplina , etc.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  8. OI !!! Q bom que vcs tb concordam.

    Acho importante ter na cabeca tb que nem todas as posicoes do judo se aplicam no jiu-jitsu. POr exemplo o ippon seio tem que ser aplicado com muita perfeicao, se nao, o seu adversario ja vai estar nas suas costas e vc em uma posicao desfavoravel.

    Temos que tirar essa mentalidade que jiu jitsu e so nao chao, temos que treinar em pe tb.

    Na minha academia por ex, so tem treino em pe uma semana antes dos campeonatos, ou seja, vc nunca vai conseguir pegar o tempo das posicoes assim.

    Por isso faco o meu treino de judo a parte.

    Bons treinos !!!! OOOSSSS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente quem luta Jiujitsu, ao falar do Judô, mete o pau, tenta inferiorizar o Judô, coisa da rivalidade. A mesma coisa o Judoka, considera o Judô superior, e costuma utilizar milhares de argumentos para provar que o Jiujitsu é inferior. Gostei muito da postagem, você foi extremamente imparcial, equiparou as duas artes. Sem favorecer nem uma nem outra. Parabéns!! Fiz 2 anos de Judô e acho que gosto é gosto cada um na sua. Eu particularmente não gosto muito de alguém me agarrando, se alguém me agarrar mando pro chão! Só ele eu não! Se caso eu cair junto vamos pro pau, nós judokas manjamos de solo tbm, já vocês jiu-jitsukas não manjam de projeção k kkkkkk

      Excluir
    2. Acaba de dizer uma coisa e faz outra...rs

      Excluir
    3. Começou o comentario muito bem e se perdeu no final, que pena William. Acho importante a aproximação desses dois esportes e acredito que lutares muito mais completos surgirão dessa parceria Judô x Jiu jitsu. Essa rivalidade jamais deveria existir, pelo contrário, a mentalidade de competidor e lutador profissional é sempre manter o respeito e buscar aprender pra melhorar seu desempenho. Mas como toda academia tem brigões que não assimilam a filosofia do esporte.

      Excluir
    4. As artes marciais são um completo a vida. Comecei no Kung-fu,depois fui levado ao judô.
      Quando conheci o Karate me identifiquei. Mais hoje pratico Jiu-jitsu e vejo que podemos nos aperfeiçoar quando dermos espaço para o aprendizado de diferentes habilidades.

      Excluir
  9. Olá a todos e em especial a vc kira.

    Treinei jiu-Jitsu/Judô aos 8 anos em 1980 com o prof. J. Gonçalves e ha 25 anos parado. Retomei o jiu-Jitsu em janeiro de 2010 e comecei para incentivar meu filho no judô. Como tive graduação no judô (laranja) e voltei como se não tivesse me afastado tanto tempo, em ezembro fu para a Verde de Judô e Azul de JJ. Estou muito feliz!
    Hj me prepara para o brasileiro de iniciantes e o mundial. No judo seguirei o circuito nova geração ne senior.
    Acredito que o meu diferencial é conhecer e estar crescendo com as duas artes em paralelo.

    Nunca é tarde para recomeçar! Aos 39 sou um garoto. Já ganhei alguma coisa no estadual de JJ e no de Judo. Esse ano promete! abraço a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Dedé!!
      tenho uma história igual a sua. Treinei Judô a partir dos 10 anos, e fui até a laranja e depois parei. Me arrependo até hoje. Agora estou me preparando para retornar ao J.J aos 39 anos, quase 40. parabéns.. Sua postagem me encorajou a recomeçar..obrigado..

      Excluir
  10. Acredito que é por aí mesmo, se for para ajudar devemos conhecer e pratiar outros estilos complementares ao nosso esporte... sempre treinei estilos diferentes pois minha primeira cademia era assim e pude aproveitar bastante com esse pensamento, coisa que no JJ as vezes é um pouco difícil... Só para complementar, acredito que os movimentos do Sambô também contribuem muito, principalmente na parte de chaves na pé, calcanhar, joelho, etc...
    Sou seu fã e espero um dia poder treinar com você... já treinei com o Rickson e achei bem legal!!!
    abraço e boa sorte!!!

    ResponderExcluir
  11. em primeiro lugar voce é linda, e ótima lutadora também...seu namorado deve sofrer, se bem que voce não precisa de guarda-costas! o judo é completo, assim como o jiu jitsu.o que ocorre em competições e regras não representam tudo de ambas as artes , que são irmãs.

    ResponderExcluir
  12. Kyra, vc está correta!
    O nosso querido BJJ veio da Kodocan sim... negar isso é hoje em dia uma tremenda de uma ignorância...
    Sou Professor das duas modalidades e apesar de hoje serem distintas por causa das regras, a História conta que não foi sempre assim...
    A luta "era" a mesma!

    A Maioria dos golpes do BJJ está no judo Kosen, modalidade implantada por Jigoro Kano nas Universidades de Tókio.

    Sou O professor Eduardo Figueira Rodrigues da Pitbull Barra Gracie.

    Meu site www.corporesanoacademia.com.br

    Um forte abraço.

    ResponderExcluir
  13. Olá Kyra. Caí de para quedas aqui, enquanto navegava. Vou dar a minha opnião pessoal. Acho engraçado diferenciar JUDO de JiuJitsu, se voce tiver a oportunidade de conhecer o Kozen(kosen) Judô no Japão, vai ver que nos treinos é muito parecido com o nosso BR JJ, já que os treinos são praticamente integrais no chão. Na minha opnião o Hélio(talvez sem saber), é um Judoka fabuloso, que ajudou a deixar vivo o verdadeiro JUDO, que com a invasão dos nortes americanos ao Japão, que trancaram a KODOKAN e regulavam os treinos. Os grandes mestres foram enviados pelo mundo, porque no Japão poderiam ser presos.
    Tive o prazer de treinar com um desses mestres japoneses, e te afirmo, o conhecimento deles em Judô, Aikido, BUDO, chão em pé, tecnicas de armas, defesa pessoal era Absurdamente maior doque os nossos de HOJE. Precisamos conhecer o passado, para tentar volta à aquele Judô, que na verdade não de difere do BR JJ, ( CLARO que sem tirar mérito do Helio, que não iventou nada, mas Evoluiu uma ARTe.
    A proposito hoje treino mais em academias de BR JJ, do que Judo. Mas mantenho meu conhecimento ativo.
    GOstei muito do teu blog e volto a visita-lo.
    Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  14. muito interessante este post kyra... bom eu quando era criança fiz judo e cheguei a faixa amarela,infelizmente na cidade em q moro n tem aulas de judo então entrei no jiu-jitsu, (p ver se era igual) hj estou na faixa roxa de jj, e graças a pequena noção do judo q tenho ja ganhei inumeros campeonatos (quem compete sabe, 2 pontos pode fazer muita diferença) então galera, realmente vale a pena, quem tem noção das duas artes, ja esta um passo a frente!!!

    ResponderExcluir
  15. Há dez anos não treinava judô e fiquei surpreso, quando tivemos um treino de Ne-Waza (Técnicas de solo) atletas que nunca pararam de treinar da minha época, atletas da atualidade de seleção brasileira de judô todos eles evoluíram pouquíssimo suas técnicas de solo...Imaginava que com a explosão do Jiu-Jitsu dos anos 90 para cá o Judô tivesse aproveitado ao máximo, mas não aconteceu...
    Concordo com vc que tanto o atleta do judô e do jiu-jtsu devem se complementar treinando ambos...

    ResponderExcluir
  16. NA VERDADE KIRA VC SE CONVENCEU Q NÃO DÁ PRA FICAR APENAS TRABALHANDO COM 50 POR CENTO DA ARTE, SEU BISAVO, O HÉLIO ,DEVERIA TER ADMITIDO ISSO 80 ANOS ATRÁS.ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  17. Olá pessoal,eu quero dizer que gostei muito do comentário da nossa colega, respondeu minha pergunta sobre diferenças Jiu jitsu X judo,
    queria que as pessoas fossem conscientizadas assim para que não houvesse tanta competição sobre qual é o melhor, em nenhum momento ela atacou um ou outro, soube dar sua opinião sem ofender e des de já aprendi com ela.
    Agora quero a gradecer, Obrigado!
    valeu galera.

    ResponderExcluir
  18. Me perdoe... O que o mestre Carlos aprendeu foi judo nao jiu jitsu ou jujutsu...tem algo de errado nesta historia ai....jiu jitsu trabalha mais a parte de solo
    do judo.....ate hoje nao vi um jiujiteiro ganhar de um judoca....eu treino jiujitsu mais vamos lá......oss

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Devemos ressaltar que as técnicas de Jujutsu conhecida no Brasil no ínicio do século 20 devido as imigrações japonesa no PÁRA ficou conhecida como Jiu jtsu, e está técnica suave era uma das características dos SAMURAIS atuantes no Japão até términar no final do século 19- Início da Reastauração Meiji. Pois, estes deveriam ser completos- lutar com espadas- armas, com as mãos, e no chão. Segundo relatos Jigoro Kano adicionou essa técnica ao Judô, e em 1925 mudou as regras pós achava que a luta estava muito no chão. A mudança ocorreu após o primeiro torneio de Judô no Japão que ficou conhecida como Kosen Judô.

    Outro ponto que não devemos esquecer que o Judô competição limitou a arte marcial. Técnicas como Morote Gari, Ashi Garami, Do Jime, foram retirados- proibídos. Isso abriu mais as portas no Jiu jitsu. Porém, o Judô quando praticado com as técnicas de origem se torna muito mais interessante que esses as competições. Na dúvida pesquisem as técnicas do Judô.

    Judô só com arremesso não é Judô de origem.

    ResponderExcluir
  21. Oii Kyra eu concordo com oq vc disse, até pq eu comecei no judo com seis anos de idade hoje com quatorze anos completei dois anos de jiu-jitsu, e confesso que gosto mais de jiu-jitsu do que de judo, me considero melhor no jiu-jitsu mesmo ainda sendo faixa branca com 4 graus e no judo faixa verde, quase roxa.
    espero que um dia eu possa ser tão boa quanto vc até pq ja assisti uma de suas palestra e vc é uma pessoa muito simpática e carismatica!!

    ResponderExcluir
  22. nada há de diferente nas duas modalidades.o samurai praticava arte, leitura básica, lutas com armas de fogo primitivas, armas brancas - katana- e técnicas de golpes traumáticos , quedas, imobilizações e finalizações.a partir daí as coisas foram se especializando com o tempo.nem o judo de competição é arte marcial hoje, nem o jiu jitsu é arte marcial.

    ResponderExcluir
  23. Gostaria de parabenizar pela sua opinião, talvez até eu tenha gostado tanto por compartilhar da mesma, é bem verdade. Como tudo na vida evolui, não seria diferente com as artes marciais. Elas não podem de forma alguma permanecerem estáticas senão serão obsoletas. É uma eterna evolução.
    Quem bom que as técnicas são sempre aprimoradas. É uma maravilha podermos mesclar mais de uma delas. E o mais sábio é quem aproveita isso ao invés de ficar defendendo qual a melhor, qual a mais eficiente. Eu gosta da máxima, Unir para Fortalecer ! Parabéns.
    Augusto Kruschewsky

    ResponderExcluir
  24. Muito bom Kyra, eu a admiro a tempos. Eu pratico Judo e pratiquei jiu jitsu durante 2 anos, parei por falta de tempo, mas gostei muito do seu texto. Desde quando comecei as artes marciais eu nunca tive preconceitos com o Jiu Jitsu e nem com o Judo, e quando falavam (e quando falam) eu sempre defendo ambas as artes, artes que se combinam.

    Minhas congratulações pelo texto. Oss!

    ResponderExcluir
  25. Melhor ler a história abaixo:

    http://www.judoctj.com.br/mitsuyio-maeda-o-conde-koma-a-historia-do-jiu-jitsu-parte-3/

    O Jiu-Jitsu ensinado pelo conde Maeda foi na realidade o que conhecemos hoje como Judo. Se chamava Judô a parte filosófica e Jiu-Jitsu a parte prática, até que o Japão unificou como Judô.

    ResponderExcluir
  26. Uns dizem que o judo saiu do jiu-jitsu outros dizem que o judo era o aspecto filosófico, Porém Segundo Bruce Tegner consta que no ano de 1880 o Dr Jigaro kano classificou muitos dos antigos métodos de combate de jiu-jitsu, selecionou as técnicas de diversos estilos e chamou essa síntese de judô, Esse jiu-jitsu tinha duas formas distintas, uma abrangia quedas e imobilizações a outra abrangia técnicas de golpear com mãos e pés combinando com agarramento e chaves para imobilizações Jigaro Kano fazia a distinção do judô para o esporte e o judô para autodefesa. Resumindo dá para perceber que tanto o judô como o jiu-jitsu foi retirado dos antigos estilos de luta que existia no antigo Japão, que segundo outros pesquisadores tem origem no templo shaolin

    ResponderExcluir
  27. show de bola sou faixa marrom de judo a 6 anos e roxa de jiu-jitsu e adorei seu poste kyra, é isso mesmo temos que acabar com esse preconceito que não leva a nada, esse esporte nunca deveria ter se separado pois sua família aprendeu as 2 coisas juntas judô e o jiu-jitsu so mudaram nome pra arrumar briga. oss!

    ResponderExcluir
  28. O JUDÔ KODOKAN só é fraco no chão porque Jigoro Kano não gostava do Ne-Waza... E começou a neutralizar a luta no chão nas competições e o judô kodokan perdeu a prática de luta de chão... O Judô Kosen (ainda tem muitos praticantes) é BEM MAIS COMPLETO que o Jiu-Jitsu brasileiro que aliás vem do Kosen Judô do Conde Coma...
    Tanto é que o Kimura arrebentou um Gracie com Judô tradicional baseado em golpes Ne-Waza...
    Simples assim...

    ResponderExcluir
  29. Excelente o comentário da atleta Kyra. Apenas tomei conhecimento agora dessa postagem, porém, concordo em tudo. Raciocínio equilibrado, imparcial, mostrando com conhecimento de causa que essas duas artes são irmãs e se complementam. Parabéns Kyra.

    ResponderExcluir
  30. Adorei saber que também faz judô.....quem sabe assim começamos um caminho contra o preconceito entre os lutadores das duas artes

    ResponderExcluir
  31. Bom, pra mim qualquer pessoa que pratica uma determinada arte marcial e não tem conhecento técnico do jiujitsu se dá mal quando luta com uma que tem.

    ResponderExcluir
  32. Bom, pra mim qualquer pessoa que pratica uma determinada arte marcial e não tem conhecento técnico do jiujitsu se dá mal quando luta com uma que tem.

    ResponderExcluir
  33. Concordo plenamente com o que disse: mesclar técnicas das duas modalidades torna o atleta muito diferenciado mesmo.
    Como ex-praticante de Judô, destaco o que você lembrou sobre atletas de alto nível no Judô perderem lutas por imobilização por desconhecerem técnicas elementares do Jiu Jitsu, como a saída da montada. Vemos isso demais na TV, nas transmissões de mundiais e olimpíadas. Imagino até o pessoal do Jiu Jitsu nervoso do outro lado da tela, vendo um judoca facilmente imobilizado ali, sem alternativa, e o atleta montado só esperando os 25 segundos para garantir o ippon.

    ResponderExcluir
  34. Sinceramente as duas lutas são maravilhosas uma se destaca mais em pe e outra mais no chão,quem domina as duas esta poderoso formidável ver esta pagina bem interessante......
    Aproveito aqui deixo um abraço ao amido Daniel Graice

    Ass Lear Colégio Castelo Branco

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário. Bons treinos OOSSSS
thanks for your message.